Sai de Baixo

Veja também ,

Outro dia estava conversando com um amigo no msn, lembrando coisas engraçadas que assístiamos na TV e veio o assunto "sai de baixo".

Alguém se lembra desse sitcom da Globo, em meados de 96?

O porteiro Ribamar, a doméstica Edileuza, Caco Antibes, Magda e por aí vai...

Sai de baixo foi um programa que por muito tempo divertiu as nossas noites de domingo logo após o Fantástico.

Clique em mais pra relembrar...


Sai de baixo teve sua estréia em 31 de março de 1996, sendo exibido até 31 de março de 2002. Se diferenciava dos demais humoríticos por ser gravado em um teatro, e a interação com a platéia era uma coisa rotineira, assim como as falas esquecidas e a incapacidade de segurar o riso em algumas cenas.

Era como se você estivesse mesmo vendo uma peça de teatro, onde os erros podem acontecer, e que acontecem mesmo.

O palco era a sala de estar de um apartamento, no qual havia um sofá, uma mesa próxima à cozinha, uma vista da região central de São Paulo, e portas que davam para fora ou para os quartos. Da sala de estar, os personagens poderiam sair por portas e passagens, supostamente para o corredor do prédio, o banheiro, a cozinha, o quarto de Cassandra, e um hall para os outros quartos (o de Vavá e o de Caco e Magda), sendo que esses lugares nunca eram mostrados. Depois a cozinha passou a fazer parte do cenário também, mas na temporada seguinte foi cortada.

Mas vamos lembrar dos personagens

Vanderlei Mathias (Vavá): Interpretado pelo ator Luiz Gustavo, era o chefe de família desastrado e síndico do prédio. Era o cara que mais se ferrava por causa das armações de Caco Antibes
Caco Antibes: Interpretado por Miguel Falabella era o genro que ninguém gostaria de ter. Trambiqueiro, vagabundo, egocêntrico e um completo "alégico" a pobres. Não havia um único episódio onde ele não falava algum ditado ou frase de efeito sobre pobres. E odiava cajuzinho e pavê.
Magda: Interpretada por Marisa Orth, era o estereótipo de mulher burra e futil. Uma completa maníaca, viciada no "canguru perneta".
Cassandra: Interpretada por Aracy Balabanian. Mãe de Magda, uma ex-grãfina viuva de um brigadeiro que não abandonou seu antigo estilo de vida. Responsável pelas maiores risadas junto com Caco Antibes.
Edileuza: Interpretada por Claudia Jimenez, era a empregada folgada e desobocada da família. Junto com Ribamar, formava o núcleo "pobre" do Arouche. Era frequentemente humilhada por Caco e sua "aversão a pobre".
Ribamar: Interpretado por Tom Cavalcante, era o porteiro do prédio que vivia se aproveitando do chefe Vavá. Um dos personagens mais engraçados feito pelo Tom.

O Enredo ( copiado direto da wikipédia)


Caco Antibes e a esposa Magda viviam numa mansão nos Jardins, gozando de todo o luxo de uma vida rica. Cassandra, mãe de Magda, foi morar com eles depois da morte de seu marido, o Brigadeiro Salão. Até que um dia, a Receita Federal fez uma auditoria nas contas pessoais de Caco, descobrindo inúmeras maracutaias e falcatruas. Com isso, Caco foi despejado da mansão junto com a esposa e a sogra, tendo todos os seus bens confiscados. Resumindo: ficou na mais completa miséria. Por isso, os três se viram sem opção a não ser procurar moradia no apartamento do irmão de Cassandra, Vanderlei Mathias, mais conhecido como Vavá, no Largo do Arouche. Mas Vavá não gosta da idéia, uma vez que considera sua família desabrigada um "bando de loucos irresponsáveis". No entanto, obrigado moralmente a recebê-los, Vavá, sua empregada e fiel escudeira Edileuza e o namorado desta, o porteiro Ribamar, fazem de tudo para tornar a vida de seus hóspedes indesejáveis um inferno.
No entanto, quem passa a viver um inferno é Vavá, pois sua família não tem o menor problema em se recusar a ajudar nas despesas da casa procurando emprego. Ao contrário, para evitar o trabalho, o malandro Caco sempre surge com idéias mirabolantes de ganhar dinheiro fácil, seja de que maneira for, enquanto vive às turras com a sogra Cassandra e aturando as burrices da esposa Magda.
Enfim...

Sai de baixo é reprisado hoje no canal a cabo "Viva". E foi um programa que marcou época por seu, de uma certa forma, pioneirismo.

Se você gostou, não gostou, quer dar sua opinião, fique a vontade...

Acesse nosso twitter: www.twitter.com/lembrodisso

3 Nostálgicos:

  1. NC disse...:

    o caco sempre falando algo tipo: "pobre é uma desgraça"... bons tempos dos programas de humor.

  1. CN disse...:

    ahw sim, um dos poucos programas de humor que conseguia me fazer ficar na frente de uma tv.

  1. Esse é bom mesmo, gostava era de quando tinha o Tom cavalcante, ele era e ainda é foda, pena que acabou o programa, mais era show de bola, dormia tarde no domingo só pra poder ver Sai de Baixo.

Postar um comentário